Empregos verdes em África
Este curso integra-se num esforço mais alargado da OIT com vista a dar resposta às necessidades de aprendizagem expressas pelos seus mandantes. O seu principal objetivo consiste em dotar os participantes das capacidades necessárias à prestação de um contributo significativo para o debate e a definição de políticas a nível nacional, no que concerne às dimensões sociais e laborais das alterações climáticas.

O enfoque é colocado nas implicações das políticas ambientais e económicas no mercado de trabalho, em especial no que respeita à avaliação do emprego, à criação de emprego, ao desenvolvimento de competências e às condições de trabalho.

O curso inclui cinco módulos: (i) introdução aos empregos verdes; (ii) adaptação às alterações climáticas e criação de emprego; (iii) crescimento verde e mercado de trabalho; (iv) uma «transição justa» para uma economia com reduzidas emissões de carbono; (v) estratégias para empregos verdes.

Durante o curso há uma partilha dos conhecimentos necessários a um sólido entendimento dos conceitos básicos, sendo igualmente feita uma análise dos quadros políticos relevantes.

Público‑alvo: mandantes da OIT (governo e representantes dos parceiros sociais) de uma seleção de 10 países africanos de língua inglesa.

Formato:

(i)                um módulo de formação inicial em linha, com a duração de uma semana;

(ii)             um curso presencial, com a duração de uma semana, que utiliza uma abordagem de aprendizagem participativa;

(iii)           uma fase de acompanhamento, com a duração de duas semanas.

Parceiros: OIT Genebra; Escritório Regional da OIT para África, Adis Abeba; Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA).

Hiperligação: http://greenjobs.itcilo.org

Region
Africa

Country
KENYA